22/09/2020

Saúde

Servidores da Saúde esperam reunião para debaterem indicativo de greve

Por Wanderson Camêlo O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Estado do Piauí (Sindespi) está convocando a categoria para comparecer a assembleia geral, […]

Publicado por: Luciano Coelho 17/06/2020, 14:42

Por Wanderson Camêlo

O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Estado do Piauí (Sindespi) está convocando a categoria para comparecer a assembleia geral, marcada para essa sexta-feira (19), a fim de discutir um indicativo de greve. O encontro vai acontecer na frente do Hospital Getúlio Vargas, Centro de Teresina.

Fachada do Hospital Getúlio Vargas (Foto: reprodução/Google)

O sindicato cobra o pagamento de um adicional de insalubridade no valor de 40% por parte do governo do Estado para todos os servidores, enquanto durar a pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

“Quais são as outras condições da categoria? Condições de trabalho, respeito desse governo, que não recebe o sindicato para que sejam revistos os direitos dos trabalhadores. Esses trabalhadores estão sem enquadramento, sem reajuste. E queremos, pós-pandemia, que o governo se prontifique em receber o sindicato para resolver o problema dos trabalhadores da Saúde”, destacou a presidente do Sindespi, Geane do Nascimento Sousa.

A assembleia terá início às 8h, em primeira convocação com metade mais um dos associados, ou às 8h30, com qualquer número de presentes, ressaltou o Sindespi.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • redacao@notempo.com.br
No Tempo