13/07/2020

Geral

TJ adia novamente julgamento de processo que pede mais transparência à Alepi

O Tribunal de Justiça do Estado adiou, novamente, o julgamento de processo que pede que a Assembleia Legislativa atualize plataforma para prestação de contas com […]

Publicado por: Luciano Coelho 16/06/2020, 10:14

O Tribunal de Justiça do Estado adiou, novamente, o julgamento de processo que pede que a Assembleia Legislativa atualize plataforma para prestação de contas com a população. A Corte retomou a análise da solicitação nesta segunda-feira (15), mas teve de suspender votação devido a problemas técnicos com um dos desembargadores.

Fachada do Tribunal de Justiça do Piauí (Foto: divulgação)

Antes da nova suspensão, os desembargadores Edvaldo Moura, Luiz Brandão, José Oliveira, Fernando Mendes, Haroldo Rehem, Raimundo Eufrásio e José James votaram em favor da Alepi. Apenas os magistrados Eulália Pinheiro e Joaquim Santana votaram contra.

O processo contra a Assembleia Legislativa do Estado do Piauí é de autoria de advogados que integram a plataforma Custo Piauí, destinada ao acompanhamento dos gastos do dinheiro público por parte dos órgãos estaduais. Eles alegam que o parlamento estadual há mais de 30 anos não presta contas com a sociedade piauiense.

Em 2017, o presidente do parlamento estadual, Themístocles Filho, foi multado em R$ 2.200 devido a falhas e atraso na prestação de contas, referente ao ano de 2012, da Alepi.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • redacao@notempo.com.br
No Tempo