09/07/2020

Esporte

Árbitro sofre racismo no dia da Consciência Negra em jogo no Albertão

O árbitro de futebol Iudeiney Silva foi vítima de racismo durante jogo no Albertão nesta quarta-feira (20). Ele apitava o jogo entre o River e […]

Publicado por: Luciano Coelho Repórter: Luciano Coelho 21/11/2019, 13:10

O árbitro de futebol Iudeiney Silva foi vítima de racismo durante jogo no Albertão nesta quarta-feira (20). Ele apitava o jogo entre o River e Timon, pelo Campeonato Piauiense Sub-15, quando foi xingado de “nego urubu ladrão” e que deveria “voltar para o lixo”.

A quarta-feira foi o dia da Consciência Negra. “Sofri ofensas racistas vindo de um torcedor riverino, infelizmente no Dia da Consciência Negra eu pude viver na pele esse tipo de preconceito no qual está muito enraizado na sociedade”, disse o árbitro.

Iudiney Silva, em foto do Globo Esportes, é árbitro desde os quatorze anos

Não tinha policiamento no Albertão. O suspeito não foi preso em flagrante. Mas o árbitro registrou Boletim de Ocorrência.

O presidente da Comissão Estadual de Arbitragem, José Steifel, informou que é o terceiro caso de racismo em campo envolvendo campeonatos piauienses. Um jogador do Piauí foi vítima de racismo, um árbitro em um jogo em Campo Maior também e agora do caso de Iudiney Silva.

José Steifel é o presidente da comissão de árbitros do Piauí

“Condenamos esse comportamento. É preciso ser rechaçado veementemente. Vamos cobrar das autoridades as punições e que atos de racismo sejam combatidos em campo”, disse José Steifel.

Leia também

Contato
  • (86) 99972-0111
  • redacao@notempo.com.br
No Tempo