ÚLTIMAS
Governo reúne equipe e economista para buscar soluções para Previdência   //   Bolsonaro assina decreto que facilita posse de armas  //   PRF fez mais de 2 mil autuações por ultrapassagem proibida e excesso de velocidade no Piauí  //   Conta de energia sofre reajuste e sobe 12,64% no Piauí a partir de dezembro   //   Economia brasileira cresce 1,74% no terceiro trimestre, diz Banco Central  //  

Quarta, 20 de março de 2019
PARA O PSL
Vereador aguarda janela para migrar de partido
Luciano Coelho - 08/11/2018 19:13
Ítalo disse que recebeu convites para se filiar em vários partidos.
Compartilhar
Download

(Foto: Reprodução)

O vereador de Teresina, Ítalo Barros (PTC), pode se filiar ao PSL. Ele reclamou que está sendo preterido dentro do seu partido e foi excluído das decisões do PTC, por discordar de alguns pontos das ideias do deputado estadual Evaldo Gomes, presidente do PTC no Piauí.

Ítalo disse que recebeu convites para se filiar em vários partidos. Ele falou com simpatia do PSL dizendo que é amigo do presidente estadual do PSL, o empresário Fábio Sérvio. O vereador aguarda a abertura de uma janela política para decidir sua vida.

“Pretendo tomar uma decisão somente na abertura da janela partidária. Mas, tudo pode acontecer. O que vai prevalecer em nossa decisão vai ser minha militância e meus apoiadores”, adiantou.

“Eu recebi alguns convites. Até de partidos grades, que atingiram a cláusula de barreira. Em relação ao PSL, eu queria desejar os parabéns a todo diretório e dizer que estou sim aberto a novas conversas. Eu sou amigo do presidente estadual do partido”, enfatizou o vereador.

Ítalo Barros  reclamou que não foi sequer consultado por Evaldo Gomes sobre a possibilidade de fusão do PTC com o Podemos. Ele disse que não pertence ao grupo de Evaldo Gomes e, por isso, tem sido excluído das conversas.

O PTC não atingiu a votação mínima exigida pela cláusula de desempenho e não vai mais receber recursos do fundo partidário  e nem terá tempo para fazer propaganda no radio e na televisão. Por isso, o partido busca se fundir a outro para continuarem a existir.

"Eu sigo no PTC. Tem pessoas que por uma democracia que vivemos, não concordam com algumas opiniões. Portanto, eu não posso ser excluído do meu partido só porque não concordo com algumas opiniões partidárias. Estou dentro do partido ainda e pretendo permanecer independente da cláusula de barreira”, finalizou o parlamentar.

 

Teresina FM-TV
Teresina FM-Rádio

Teresina FM-Site
Enquete
O que você espera do presidente eleito Jair Bolsonaro?

O país vai melhorar
O país vai piorar
Não vai acontecer nada


FATO
A sua
revista
eletrônica
No Tempo é o seu portal de notícias, política, entretenimento e muito mais. O complexo de comunicação trabalha a todo momento, para deixar você mais atualizado.


Fale Conosco
E-mails
Quem Somos
Redes Sociais