ÚLTIMAS
Governo reúne equipe e economista para buscar soluções para Previdência   //   Bolsonaro assina decreto que facilita posse de armas  //   PRF fez mais de 2 mil autuações por ultrapassagem proibida e excesso de velocidade no Piauí  //   Conta de energia sofre reajuste e sobe 12,64% no Piauí a partir de dezembro   //   Economia brasileira cresce 1,74% no terceiro trimestre, diz Banco Central  //  

Quarta, 20 de março de 2019
LUCIANO COELHO
O Piauí de riquezas e sem desenvolvimento
30/11/2018 17:07
Compartilhar
Download


O proprietário da Fazenda Progresso realizou um serviço de tapa buracos entre as cidades de Uruçuí e Bertolínia. O empresário cansou de esperar pelo Governo do Estado e por conta própria resolveu mandar tapar os buracos na PI-247.

Essa é a estrada que a maioria dos motoristas usa para escoar a produção agrícola da região do cerrado. E a buraqueira,  agravados com o início das chuvas, provocam atoleiro ou quebram os caminhões carregados de grãos. O frete fica mais caro e as transportadoras não querem pegar serviço na região para escoar a safra.

De que adianta o Piauí ter 4 milhões de toneladas de grãos e não poder escoar, beneficiar ou exportar? O Piauí é rico, muito rico, tem muito potencial. Mas essa riqueza não é explorada para tornar o povo também rico. Para ter mais empregos, para reduzir a dependência da economia dos cargos e das ações do governo.
 

Continua após a publicidade

 

De que adianta ter uma das maiores produções de energia renováveis do país, aí falo da energia eólica e solar, se não podemos usar? Aliás, temos constante falta de energia em várias cidades do Estado. Os empresários dizem que a energia no Piauí não dá para manter funcionando uma bodega.

O Piauí é o segundo estado do Nordeste com maior riqueza de minérios - perde apenas para a Bahia.  Esse dado é do Departamento Nacional de Produção Mineral, órgão do Ministério das Minas e Energia, responsável pela concessão de autorizações para pesquisas de jazidas minerais no Brasil.

Agora, de que adianta essa riqueza mineral, em ferro, diamantes, calcário, níquel, opala e argila, quando não se tem a exploração e o aproveitamento necessário? No estado todo tem apenas 3.500 títulos concedidos para exploração e boa parte deles parada.

De que adianta termos um dos litorais mais bonitos do Nordeste, se não temos o desenvolvimento do turismo? Temos a mais belas praias, sol o ano inteiro, vento, mas a frequência de turistas no litoral se resume a três estações do ano, réveillon, carnaval e as férias de julho. E nesse período, devido a quantidade de gente, falta tudo, falta água, falta luz, falta dinheiro nos caixas, falta até pão nas padarias. E tudo fica mais caro.

Em resumo: está na hora do poder público assumir seu papel. Ser o indutor do desenvolvimento. Promover as obras de infraestrutura necessárias para que a iniciativa privada possa vir para cá, se instalar e se desenvolver sozinha. Gerar emprego e renda para a população. 

Eu ainda sonho em ver o Piauí pujante como o Ceará. Eu sonho em ver o meu Piauí se destacar no país todo por suas riquezas, pelo crescimento, por seu desenvolvimento, porque sua gente já se destaca nos concursos, nas olimpíadas, nas premiações nacionais, na produção de energia eólica, em suas belezas naturais. Eu ainda sonho em bater no peito e gritar com orgulho: Eu sou feliz, porque eu vivo aqui!

 
Teresina FM-TV
Teresina FM-Rádio

Teresina FM-Site
Enquete
O que você espera do presidente eleito Jair Bolsonaro?

O país vai melhorar
O país vai piorar
Não vai acontecer nada


FATO
A sua
revista
eletrônica
No Tempo é o seu portal de notícias, política, entretenimento e muito mais. O complexo de comunicação trabalha a todo momento, para deixar você mais atualizado.


Fale Conosco
E-mails
Quem Somos
Redes Sociais